Onde tudo é tradição!
Segunda-feira, 1 de Novembro de 2004
Festa na Bairrada
Para que em mim reacenda
Uma lembrança apagada,
Fui ontem à Trocovenda
Lá no lugar da Bairrada

Fui rever velhos amigos
Que há muitos anos não via,
Reviver tempos antigos,
No curto espaço de um dia.

O Valdemar, animado,
Com o seu acordeon,
Entre um vira e um velho fado,
Rasga o fole e dá o tom.

O Farpas, dono da festa,
Com a Clarita a bailar,
A sua alegria empresta
Para animar o lugar.

Os outros que por lá vi,
Não os posso nomear,
Não caberiam aqui,
Que me queiram perdoar.

Que me não levem a mal,
Pois que guardados estão
Num lugar especial
Dentro da minha afeição.

Há muito tempo não via
Uma festa desse jeito,
Por causa da nostalgia
Que carrego no meu peito.

Mas, com tanta animação,
Logo a dor se foi embora,
Bateu forte o coração,
Na pura emoção da hora.

E assim o dia acabou,
Por entre risos e abraços,
E a solidão me tomou
Novamente em seus braços.

E depois de ter tomado
Alguns copitos de vinho,
Fui-me embora atordoado,
Quase a errar o caminho.

Então,alguém me chamou.
Eu dei um pulo assustado,
E ao respnder:- "já vou",
Vi que sonhara acordado.

.......
Trovador Tímido (01-11-2004 - 04:04:45 PM)


publicado por Mimosa às 04:04
link do artigo | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Outubro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

30
31


artigos recentes

Bairrada fez a festa da T...

Revista Miradouro Fez um ...

Pouso a caneta e não escr...

De Sol a Sol

Arménio Rosa Medeiros ed...

A FONTE DO MURTAL

Ás&Bisca

FONTE

O RIO

À FONTE DO MURTAL

arquivos

Outubro 2006

Setembro 2006

Maio 2006

Março 2006

Agosto 2005

Julho 2005

Novembro 2004

links
Estamos cá!
blogs SAPO
subscrever feeds